Todo empreendedor tem grandes preocupações, e uma das maiores está relacionada ao seu quadro de funcionários. Mais do que avaliar a produtividade da equipe e garantir a aplicação de leis trabalhistas, é preciso que o empresário fique atento para oferecer um ambiente de trabalho adequado e agradável para os colaboradores. A sua empresa tem encarado essa questão como prioridade?

Um lugar saudável para se trabalhar não basta contar com uma boa limpeza, como muitos pensam. A seguir, listamos alguns pontos que são prejudiciais para a saúde dos funcionários e que, por isso, merecem atenção especial das empresas. Confira:

Ambiente inapropriado: além da sujeira, espaços apertados e excesso de barulho são fatores que contribuem para tornar a rotina desagradável. Alguns profissionais exercem atividades insalubres por natureza, ou seja, exercem atividades que inevitavelmente os expõem a situações de risco. É o caso, por exemplo, de enfermeiros, bombeiros, químicos, profissionais da Construção Civil, entre outros. Se a sua empresa não desempenha atividades desse tipo, precisa oferecer um ambiente em perfeitas condições para os funcionários.

Salários e benefícios defasados: quando não está satisfeito com suas condições de trabalho, o funcionário tem sua saúde e bem-estar afetados. Oferecer benefícios nem sempre é fácil, pois normalmente eles custam caro e não cabem no orçamento da empresa. Hoje, no entanto, o mercado já traz algumas alternativas com custos flexíveis e mais acessíveis para o empresário. É o caso do AC+Saúde, um cartão pré-pago que o empregador pode recarregar quando e na quantidade que quiser. Com os créditos, os funcionários podem realizar consultas médicas, odontológicas, estéticas e exames laboratoriais e de imagens com preços mais baixos.

Tecnologia ultrapassada: a maioria das profissões já exige o uso de aparelhos tecnológicos, e é preciso que eles estejam funcionando perfeitamente. Peça que os funcionários sempre comuniquem qualquer falha para que seja reparada rapidamente, e lembre-se de fazer a manutenção constante dos equipamentos da empresa.
Insegurança em relação à empresa: muitas são as razões que levam o funcionário a se sentir inseguro e desconfortável no ambiente de trabalho: conflitos e competição exagerada entre colegas ou setores, falta de autonomia, sentimento de incapacidade e falta de reconhecimento são algumas delas. Muitas vezes, essas questões podem ser resolvidas por meio de conversas. Com diálogo, o colaborador pode expor suas ideias, dizer o que o incomoda e até fazer sugestões interessantes para o desenvolvimento da instituição.

Trabalho exaustivo: um levantamento recente feito pela companhia de pesquisa Harris, nos Estados Unidos, ouviu empregados em tempo parcial e integral. Entre os entrevistados, 46% apontaram “sobrecarregar a equipe” como um dos maiores erros cometidos pelos gestores, e 42% disseram que “ter expectativas pouco realistas dos funcionários” é um motivador para buscar outro emprego, mesmo que o trabalho atual tenha pontos positivos. O que isso significa? Que é preciso conhecer a sua equipe e entender o quanto cada indivíduo pode produzir para delegar tarefas da melhor forma. Metas e objetivos mirabolantes podem, ao invés de motivar, afastar excelentes profissionais.

Falta de perspectiva: todo mundo quer evoluir profissionalmente. Já parou para pensar se os seus funcionários vêem na sua empresa essa oportunidade de crescimento? Que tal elaborar um plano de carreira para os colaboradores? Com ele, a sua equipe pode enxergar com mais facilidade as chances de desenvolvimento profissional e, ao mesmo tempo, se sentir mais motivada a atingir determinados objetivos dentro da empresa.

Se a sua empresa comete algum dos erros que mencionamos, chegou a hora de repensar e identificar soluções para melhorar a situação dos seus colaboradores. Confira, também, as dicas que separamos para manter os seus funcionários motivados (e sem gastar muito).

 

Você chega mais longe com o apoio das pessoas certas.
A ACSP é uma comunidade de empreendedores, venha fazer parte!

 

Por ACSP